Seu chuveiro não esquenta?

Chuveiro e inverno são duas palavras que, quando ouvimos na mesma frase, normalmente não indicam coisa boa.

“Meu chuveiro não esquenta no inverno”

"A resistência do meu chuveiro sempre queima no inverno”

“Não quero passar frio nesse inverno por causa do chuveiro”

e por ai vai..

Muitos são os fatores que podem influenciar na ineficiência do nosso chuveiro. Vamos explicar os motivos mais comuns e o que podemos fazer para acabar com esse problema de uma vez por todas.

Vamos tentar entender o problema:

Seu imóvel é antigo?

Se sim, existem dois fatores importantíssimos à serem levados em consideração:

1º Há aproximadamente 40 anos atrás a potência máxima dos chuveiros eram de 3.200W, já hoje essa potência mais do que dobrou, existem chuveiros de até 7.800W. Logo é de se imaginar que a fiação que alimenta aquele chuveiro de 3.200W tinha uma bitola de fio menor do que é necessário para alimentar um chuveiro novo.

2º Secadora de roupas, secador de cabelos, aquecedores e ar condicionado eram pouco usados dentro de casa, por esse motivo, as instalações antigas possuem, na sua maioria, entrada de energia monofásica, em outras palavras, 127V. O que faz com que o chuveiro seja o mais afetado, já que encontramos no mercado chuveiros 127V de até 5.500W, enquanto os chuveiros 220V chegam até 7.800W de potência.

Ai a pergunta que paira nas nossas cabeças é: "Mas o chuveiro alimentado em 220V realmente esquenta mais, considerando potências iguais?"

O que podemos dizer é que em teoria não, mas o corpo humano é muito sensível a essas pequenas alterações de temperatura da água, então conseguir que ela saia 1°C ou 2°C mais quente, já faz toda a diferença.

Seu imóvel é novo, e mesmo assim você tem problemas com o chuveiro?

Aqui vão algumas razões:

1º O mau dimensionamento dos circuitos elétricos é um dos motivos mais comuns.

Mas como ele atrapalha o funcionamento do chuveiro?

Boa parte da energia é dissipada no fio e não no resistor do chuveiro, o que faz com que o chuveiro não esquente como deveria, o que implica em gasto de energia e sobreaquecimento da isolação do fio, possibilitando um curto circuito.

Outro problema que ocorre quando o circuito está mal dimensionado é a atuação do disjuntor, fazendo com que a energia seja desligada devido à sobre corrente no circuito. Lembrando que nunca deve ser alterado o disjuntor sem análise técnica, pois ele é instalado para garantir a segurança da instalação.

2º O chuveiro não apropriado para a instalação.

Deve-se observar atentamente às especificações do chuveiro na hora da compra. Observe sempre a tensão de operação, a potência do produto e a pressão da água, essas especificações devem estar de acordo com a sua instalação, caso contrário, o chuveiro funcionará de maneira ineficiente e com a vida útil reduzida.

Ah, outra coisa comum de se ouvir por aí é: O que é mais econômico, 127V ou 220V?

A resposta para essa pergunta é: Depende.

E depende do que?

Do equipamento a ser escolhido, em geral, equipamentos que consomem alta uma potência maior, são eles, os equipamentos que produzem calor. Nestes casos específicos, o 220V pode ser mais vantajoso. "Considerando-se alguns padrões de funcionamento, uma geladeira funcionando no 220V economiza menos de 10% de energia se comparada a uma de 110V. Mas já uma secadora de roupas ligada no 220V gasta, em média, 30% a menos, uma economia expressiva" (IFSC/USP).

Algumas soluções para esse problema:

Em instalações elétricas antigas, é necessário redobrar a atenção quanto ao uso de equipamentos elétricos de alto consumo. Se o seu disjuntor é comumente acionado, deve-se entrar em contato com um profissional habilitado para averiguar a causa do problema.

Em casos de necessidade de mudança da tensão de fornecimento, de 127V para 220V, é preciso solicitar a modificação na concessionária de energia da sua cidade. Em caso de prédio ou condomínio que possuem a entrada de energia unificada, faz-se necessário aprovação do projeto elétrico junto à concessionária. Este projeto deve ser elaborado por profissional legalmente habilitado e qualificado.

E lembre-se, o projeto elétrico deve ser mantido sempre atualizado, e de preferência, guardado com a pessoa responsável pela instalação.

Vamos garantir um inverno aquecido e seguro!


Posts Recentes
Arquivos
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon

©2020 por Leporte Engenharia

Rua Gastão Câmara, 182 - Bigorrilho

Curitiba - PR

41 4042 3337

leporte@leporte.ind.br